x 

Vela - Oferenda a São Jorge

sao_jorge_figura.jpg
sao_jorge_figura.jpg
Produto SKU:  VELF014
Vela de Figura de São Jorge

Função: Para proteção e vitória sobre todos os males.

Tamanho: 16 cm de altura.

Contém oração.
4,95 €

Este vela e figura é uma vela cuja a imagem esculpida é a figura de São Jorge montado no seu cavalo a matando o feroz dragão.

Função: oferenda a São Jorge. Para proteção e vitória sobre todos os males. Serve também para trabalhos ou rituais específicos.

Breve Apontamento Sobre São Jorge
São Jorge foi, de acordo com a tradição, um soldado romano no exército do imperador Diocleciano, venerado como mártir cristão. Na hagiografia, São Jorge é um dos santos mais venerados no catolicismo (tanto na Igreja Católica Romana e na Igreja Ortodoxa como também na Comunhão Anglicana). É imortalizado na lenda em que mata o dragão. É também um dos Catorze santos auxiliares.

Considerado como um dos mais proeminentes santos militares, a memória de São Jorge é celebrada nos dias 23 de abril e 3 de novembro. Nestas datas, por toda a parte, comemora-se a reconstrução da igreja que lhe é dedicada, em Lida (Israel), na qual se encontram suas relíquias. A igreja foi erguida a mando do imperador romano Constantino I.

 

A Lenda do Dragão e da Princesa
Baladas medievais contam que Jorge era filho de Lorde Albert de Coventry. A sua mãe morreu ao dá-lo à luz e o recém nascido Jorge foi roubado pela Dama do Bosque para que pudesse, mais tarde, fazer proezas com as suas armas. O corpo de Jorge possuía três marcas: um dragão no seu peito, uma jarreira em volta de uma das pernas e uma cruz vermelho-sangue no seu braço. Ao crescer e adquirir a idade adulta, ele primeiro lutou contra os sarracenos e, depois de viajar durante muitos meses por terra e mar, foi para Sylén, uma cidade da Líbia.

Nesta cidade, Jorge encontrou um pobre eremita que lhe disse que toda a cidade estava em sofrimento, pois lá existia um enorme dragão cujo hálito venenoso podia matar toda uma cidade, e cuja pele não poderia ser perfurada nem por lança e nem por espada. O eremita disse-lhe que todos os dias o dragão exigia o sacrifício de uma bela donzela e que todas as meninas da cidade haviam sido mortas, só restando a filha do rei, Sabra, que seria sacrificada no dia seguinte ou dada em casamento ao campeão que matasse o dragão.

Ao ouvir a história, Jorge ficou determinado em salvar a princesa. Ele passou a noite na cabana do eremita e quando amanheceu partiu para o vale onde o dragão morava. Ao chegar lá, viu um pequeno cortejo de mulheres lideradas por uma bela moça vestindo trajes de pura seda árabe. Era a princesa, que estava a ser conduzida pelas mulheres para o local do sacrifício. São Jorge colocou-se em frente às mulheres com seu cavalo e, com bravas palavras, convenceu a princesa a voltar para casa.

O dragão, ao ver Jorge, saiu de sua caverna, rosnando tão alto quanto o som de trovões. Mas Jorge não sente medo e enterra sua lança na garganta do monstro, matando-o. Como o rei do Marrocos e do Egito não queria ver sua filha casada com um cristão, envia São Jorge para a Pérsia e ordena que seus homens o matem. Jorge livra-se do perigo e leva Sabra para a Inglaterra, onde se casa e vive feliz com ela até o dia de sua morte, na cidade de Coventry.

Portes de Envio Gratis

Contactos:

Telefone: (+351) 21 136 58 60 • (+351) 21 404 67 98

Telemóvel: (+351) 91 702 38 85 • (+351) 91 891 09 44

http://www.tendadaalma.com

E-mail: geral@tendadaalma.com